terça-feira, 8 de setembro de 2009

ao meu redor


Das cidades falaria do barulho, das luzes, do excesso de irformação crua e indigesta. Do movimento frenético de carros e pessoas. Da solidão no meio do mundo.
Das cores diria algo das sensações, das lembranças de momentos e pessoas, da amplitude de variação.
Da lua, do sol ou do mar diria qualquer coisa poética e sentimental. Algo próximo de Vinícius com um pouco de Bossa.
Mas das pessoas destes tempos e de muitas horas nada que eu fale parece a medida certa. Toda palavra é pequena ou parcial. Nada condiz com o sensorial... Amor falaria um pouco, mas não traduz o todo, as horas, os dias ou os sorrisos. Paz seria parcela curta, porém infinita. Nem felicidade seria exatamente plena...
As pessoas deste tempo e de muitas horas me fazem sentir algo novo e sem nome todos os dias. Brindo com a vida e a agradeço por esse caminho; por toda essa luz!


______________
à muitos e, especialmente, aos dois.

8 comentários:

Lilianne Mirian' disse...

aiii que Lindo Dan...
Tenhio pessoas assim ao meu redoR..
e sinto o mesmo que você..
é sem explicação'

beiijo Grandee'

any. disse...

dos dias que explodem na gente ...
e dos dias repletos de entrelinhas!

Lilianne Mirian' disse...

Liiindo
TEM SELINHO P'ROCÊ


BJO!

Melanie B. disse...

'Os muitos e os dois' tem bastante sorte por merecerem palavras tao profundamente lindas e fortes...
Adorei tua escrita menino parabens!!

XerOo'

tô seguindo :)

- eeeeeii disse...

tão lindo o texto e bem encaixado com a foto.
Legal aqui! (:

Suerlandra disse...

Faltou uma foto nossa em Guará ;/

sdas disse...

foi foda essa texto!
saiba que pelo menos na minha parte, é recíproco! :]
detooonaa, Lady Guimarães..
aheuhuahuheuhae

Abraço :D

Lilianne Mirian' disse...

- Kd você???
Adoro tanto sua belezas!!

Beiijos'